domingo, 22 de abril de 2018

Nova parceria: Stephen King e James Wan


A Universal Pictures adquiriu os direitos do livro de horror com ficção científica "The Tommyknockers" (no Brasil chamado de "Os estranhos"), escrito por Stephen King. As informações são do THR.

Além disso, o diretor James Wan ("Invocação do Mal ") será o produtor executivo do longa, juntamente com Roy Lee, produtor do remake de "It: A Coisa" e Larry Sanitskyque produziu a minissérie de sucesso da ABC em 1993, baseada no mesmo livro.

O acordo foi fechado após uma disputa com a Sony e a Netflix. O projeto chegará aos cinemas apenas em 2020.

A trama se passa na isolada cidade de Haven, onde os moradores começam a ser controlados e transformados por um gás perigoso que sai de uma misteriosa espaçonave na floresta. Algo que transformou a cidade em uma armadilha mortal para todos os forasteiros. À medida que os habitantes da cidade ganham novas habilidades, um homem descobre que é imune aos efeitos, graças a uma placa de aço em sua cabeça.

Vamos aguardar.

Fonte: CinePop

Canal do YouTube: Canal Myllas Freitas

sábado, 21 de abril de 2018

Fotos de arrepiar #11 Fantasma da biblioteca

Essa foto foi tirada na Inglaterra, em 1891, na biblioteca Abbey Combermere.

Caso observemos a imagem abaixo, notaremos partes da silhueta de um homem sentado na cadeira, à esquerda. Vejamos.

Os mais crédulos dizem se tratar do fantasma de Lord Combermere, figura importante da biblioteca naqueles tempos e que estava sendo velado, naquele mesmo dia, há 6 quilômetro de distância. Para intrigar ainda mais, naquele dia não existia nenhum funcionário na biblioteca, uma vez que todos estavam no velório do patriarca e o local estava em luto, sem visitações.

Quer saber mais a respeito dessa e de outras fotos, visite o canal do Youtube Myllas Freitas


quarta-feira, 11 de abril de 2018

Novas Linhas no Peru

Arqueólogos peruanos descobriram recentemente mais de 50 novas linhas e geoglifos na província de Palpa, no sul do Peru, segundo noticiou a National Geographicem abril (5). Além disso, o grupo também mapeou em detalhes geoglifos já conhecidos da área usando imagens de satélite e drones.

Segundo a reportagem, alguns dos novos achados fazem parte das famosas linhas deixadas pelo povo Nazca, feitas entre 200 e 700 d.c e localizadas principalmente no deserto de Nazca. Outros registros encontrados na recente empreitada pertenceriam aos povos Paracas e Topará, e datariam entre 500 a.C e 200 d.C., ou seja, por volta de 2.500 anos atrás.

De acordo com a National Geographic, os geoglifos dos Paracas se distinguem das linhas de Nazca por compreenderem majoritariamente guerreiros e outras figuras humanas e por seu posicionamento no solo. Enquanto as últimas foram colocadas em áreas planas e só são geralmente vistas do alto, os primeiros estão situados em morros e provavelmente já poderiam ser vistos à olho nu. Com o tempo, porém, a maioria dos desenhos ficou muito fina e foi quase apagada.

A descoberta contou com a ajuda da plataforma GlobalXplorer, que mapeou possíveis sítios arqueológicos peruanos com imagens de satélite e os entregou à equipe de arqueólogos. Ainda assim, os novos geoglifos só foram identificados com precisão com o voo de drones sobre as áreas demarcadas, já que estes, segundo a reportagem, conseguem captar objetos de menos de 1,5 cm de espessura ao voarem a uma altura de até 60 metros.

Os arqueólogos continuarão pesquisando por geoglifos em áreas demarcadas pela GlobalXplorer e também pretendem usar as imagens de satélite para documentar os sítios arqueológicos já encontrados e protegê-los de invasões urbanas e rurais não planejadas.

As linhas e geoglifos de Nazca e Palpa compreendem figuras geométricas, humanas e de animais e são reconhecidas como Patrimônio da Humanidade da Unesco desde 1994.


Quer saber mais a respeito, veja nosso video sobre as Linhas de Nazca:

Curiosidade da medicina: Desaparecimento ósseo

Uma mulher de 44 anos foi ao médico quando começou a sentir uma dor crescente no ombro esquerdo. Num raio-X, os médicos viram uma lesão no úmero, e inicialmente pensaram que poderia ter cancro. Mas a biópsia não mostrou quaisquer sinais da doença, e os resultados dos exames foram inconclusivos. Vários meses depois, outra biópsia revelou um tumor benigno nos vasos sanguíneos.

A mulher continuou a sentir dor e inchaço no braço, e os ossos partiam com pequenos ferimentos, mas mesmo assim ela ainda não tinha recebido um diagnóstico conclusivo.

Cerca de 18 meses depois da primeira vez de ter ido ao médico, os exames revelaram que os ossos estavam a desaparecer. Tanto o úmero como o osso ulnar, um dos dois ossos do antebraço, pareciam estar a desaparecer nos raios-X.

As biópsias adicionais mostraram que os vasos sanguíneos estavam a substituir o tecido ósseo.

Este fenómeno incomum deu a pista necessária para resolver o mistério. De acordo com um novo relatório da Royal Infirmary of Edinburgh, na Escócia, a mulher foi diagnosticada com a doença de Gorham-Stout, também conhecida como a doença do desaparecimento ósseo, uma condição extremamente rara em que as pessoas experimentam perda óssea progressiva.

A condição é tão rara que apenas 64 desses casos foram relatados na literatura médica, de acordo com os cientistas. Os médicos não sabem o que causa a condição.

De acordo com a Organização Nacional para Doenças Raras (NORD), nenhum gatilho genético ou ambiental da doença foi identificado. Mas os médicos sabem que as pessoas com essa condição experimentam um crescimento anormal de vasos sanguíneos e vasos linfáticos, os canais que carregam a linfa – um líquido que contém glóbulos brancos que combatem infeções.

Esses vasos de crescimento agressivo infiltram-se no osso, o que faz com que se parta, de acordo com a NORD. O tecido conjuntivo fibroso ou tumores de vasos sanguíneos benignos, não cancerígenos, substituem o osso.

No estudo, publicado no final de março na BMJ Case Reports, os médicos dizem que a doença ainda é praticamente desconhecida.

A gravidade da doença de Gorham-Stout varia de pessoa para pessoa. Na maioria dos casos, a condição é uma doença “regional”, o que significa que fica numa área do corpo. Por exemplo, a paciente deste caso teve a doença no ombro e braço, mas em nenhuma outra parte do corpo.

Outros ossos comummente afetados incluem ascostelas, coluna, pélvis, crânio, clavícula e mandíbula. Em alguns casos, a condição leva à paralisia se a doença afetar os ossos da coluna ou base do crânio. Além disso, se a doença afeta a caixa torácica, os pacientes podem desenvolver a acumulação de um líquido entre as membranas que revestem os pulmões – uma complicação potencialmente fatal.

Não há tratamento padrão para a doença, e as terapias são geralmente direcionadas aos sintomas específicos do paciente, de acordo com o Centro de Informações sobre Doenças Genéticas e Raras, do National Institute of Health, nos EUA.

Algumas terapias incluem cirurgia para remover as áreas ósseas afetadas, tratamento com radiação para evitar que a doença se espalhe e bifosfonatos, drogas para prevenir a perda óssea. Em alguns casos, a doença melhora espontaneamente, sem tratamento, diz a GARD.

“Em última análise, esta é uma doença desafiadora, onde a gestão baseada em evidências continua a faltar”, concluíram os cientistas no novo relatório.

Fonte: Zap.aeiou

Canal do YouTube: Canal Myllas Freitas
  

sexta-feira, 6 de abril de 2018

Filme: "Espíritos: a morte está ao seu lado"

Trago-lhes um filme tailandês do ano de 2004, que foi adaptado para o cinema norte-americano. É um filme do gênero terror, dirigido por Banjong Pisanthanakun e Parkpoom Wongpoom. O título original é "Shutter".



Curiosidades:
A PlayArte fez uma campanha diferente para divulgar o lançamento de "Espiritos- A Morte está ao seu Lado" no Brasil. Dois meses antes da estreia nos cinemas, a distribuidora lançou o blog de um fotógrafo em www.fotosassombradas.com.br. O "dono" do blog chamava-se Thun, personagem do filme, mas a informação não foi revelada ao público. A intenção era chamar a atenção dos internautas que tivessem interesse no tema. Além do blog, a PlayArte criou também o perfil de Thun no antigo Orkut sem revelar que se tratava de um personagem.



Sinopse:
Thun (Ananda Everingham), um jovem fotógrafo, e sua namorada Jane (Natthaweeranuch Thongmee) atropelam acidentalmente uma pedestre. Eles fogem da cena do crime e retornam às suas vidas normais, em Bangkok. A partir de então Jane passa a ser atormentada por estranhos pesadelos, enquanto que Thun nota que em suas fotos aparecem estranhas figuras, parecidas com fantasmas. O casal decide investigar o fenômeno e encontra outras fotografias com imagens sobrenaturais. Paralelamente os melhores amigos de Thun começam a morrer, um a um, de forma misteriosa.



Breve resenha e crítica no Canal Myllas Freitas


Árvore letal: ela existe!

Elas são importantes para a produção de oxigênio, manutenção da vida no planeta e a contribuição para o bem-estar do meio ambiente.

As árvores possuem um valor social, vital e ecológico muito grande. Todavia, há um lugar no canto do mundo em que a árvore é o contrário de tudo o que imaginamos.

Esta árvore com plaquinha de mantenha distância na imagem é uma espécie em extinção chamada manchineel, originária de manguezais do sul da Flórida, América do Sul, Central e norte, além do Caribe e lugares cujos solos são do tipo arenosos.

Trata-se de um tipo tão perigoso de árvore que foi chamada carinhosamente pelos conquistadores espanhóis de "maçã pequena da morte".

Ela é considerada como uma das árvores mais venenosas existentes na Terra. E o mais temível desta árvore são os seus frutos com cheiro doce, porém com efeitos colaterais devastadores.

Com cerca de 1 a 2 polegadas de largura, a "maçã" desta árvore pode causar horas de agonia e até provocar a morte com apenas uma única mordida de uma pessoa. Mas não ficam só nos frutos a periculosidade da árvore.


De acordo com o Instituto de Alimentos e Ciências Agrárias da Flórida (IFAS) "a ingestão de qualquer parte desta árvore pode ser letal". Tudo dela é letal, desde cascas, seiva leitosa, folhas e até a raiz.

Uma gota da seiva leitosa pode queimar a pele de forma grave. Até mesmo a água da chuva que cai sobre a árvore consegue danificar o meio ambiente, o solo e a pintura dos carros que estão em volta por conta da essência da seiva cáustica derramada.

E, então, você sabia disso?

Canal do YouTube: Canal Myllas Freitas

segunda-feira, 2 de abril de 2018

Grande pirâmide foi obra de aliens?!


Teóricos da conspiração acreditam ter desenterrado a prova definitiva de que os alienígenas construíram a Grande Pirâmide. Eles acreditam que extraterrestres deixaram uma pista vital no seu projeto em Gizé, Egito.

A velocidade da luz é de 299.792.458 metros por segundo e as coordenadas geográficas da Grande Pirâmide são 29.9792458 ° N.

No entanto, os humanos não conseguiram medir a velocidade da luz com essa precisão até 1950.

Esses teóricos estão convencidos de que a Pirâmide foi construída por alienígenas apelidados de “astronautas da antiguidade”.

Eles supostamente visitaram a Terra milhares de anos atrás, estudaram diferentes tribos e foram confundidos com deuses.

Estes “pesquisadores” acreditam que seres extraterrestres concederam aos egípcios conhecimento científico avançado.

Outros já afirmaram que os faraós do antigo Egito eram híbridos alienígenas.

Os relatórios apontam que as lendas egípcias datam suas origens por volta de Zep Tepi, que se traduz como a “primeira vez”.

Esta foi uma “idade de ouro” quando a lenda diz que os deuses desceram do céu em ovos ou barcos.

Fonte com adaptações: Ovni.hoje

Canal do Youtube: Canal Myllas Freitas

Quarto do hotel



Certa vez,  um homem cansado chegou a um hotel e foi falar com a recepcionista: “por favor, eu queria alugar um quarto para uns três dias”, “com certeza, senhor. O seu quarto é o 333, no 3° andar. As suas bagagens serão levadas daqui a pouco. Mas só um aviso: não entre no quarto 332″. O homem, indignado, perguntou “Porque não? O que há naquele quarto?” “Bom…” , respondeu a recepcionista, “Há um tempo atrás, uma mulher se suicidou e o gerente não quer que ninguém entre lá. Pronto, aqui está sua chave e boa noite.” O homem pensou “que besteira, é só lenda de hotel mesmo” e foi até o seu quarto. Quando passou pelo quarto 332, ficou morrendo de curiosidade, mas resolveu que iria só dormir. Na noite seguinte, ao voltar ao hotel, foi até a porta do 332 e espiou pelo buraco da fechadura. Ele viu uma mulher muito branca, com os cabelos pretos e a cara  virada para a janela. Ele ficou realmente muito curioso, mas resolveu voltar ao seu quarto. No próximo dia, ao ir embora do hotel, resolveu dar uma última espiada na mulher misteriosa do quarto ao lado. Ele olhou pela fechadura e viu tudo vermelho. Pensou “Ah, ela deve ter percebido que eu estava olhando e botou um pano na frente”. Ele desceu até o saguão e se encontrou com o gerente, então perguntou “O que realmente aconteceu naquele quarto 332?” O gerente, perturbado, respondeu “Faz tempo que aconteceu, mas eu ainda lembro bem… Um casal estava hospedado naquele quarto, e por alguma razão, o marido assassinou a sua esposa. Desde aquele dia, a mulher continua lá.” “Entendo…” falou o homem ” Mas como ela era?” e o gerente respondeu “Tinha cabelos pretos, cor de breu, era branca como um lençol e seus olhos são completamente vermelhos…”

Canal do YouTube: Canal Myllas Freitas

sábado, 24 de março de 2018

Desvendado misterio da mumia do Chile


Pesquisadores revelaram nesta quinta-feira (22/03) detalhes sobre a origem de uma múmia descoberta no Chile e que causou alvoroço internacional. Encontrado em 2003, no deserto do Atacama, o esqueleto gerou boatos de que seria extraterrestre. A hipótese foi descartada logo por pesquisadores. Porém, várias questões permaneciam sem resposta.

O novo estudo, cuja análise do material genético da múmia de 15 centímetros, apelidada de Ata, durou cinco anos, revelou que o esqueleto pertence a uma menina que teve várias mutações genéticas.

Segundo os pesquisadores, trata-se de um bebê prematuro que nasceu com diversas deformações nos ossos e crânio devido a uma série de mutações ligadas ao nanismo e ao envelhecimento prematuro. Anteriormente, especialistas acreditavam que os ossos pertenciam a uma criança com idade entre 6 e 8 anos.

Pesquisadores acreditam que Ata nasceu morta ou morreu logo após o nascimento. A análise revelou também que o esqueleto, encontrado dentro de uma bolsa de couro atrás de uma igreja, não tem mais de 40 anos. Ata possui ainda apenas dez pares de costelas, enquanto o normal seriam 12.

Usando o DNA extraído da medula óssea da múmia, os pesquisadores fizeram uma análise completa do genoma e determinaram que Ata é sul-americana, provavelmente da região andina.

De acordo com o cientista Garry Nolan, da Universidade de Medicina de Stanford e um dos autores do estudo, a descoberta pode ajudar a descobrir tratamentos para pacientes com problemas nos ossos. "Talvez possa haver alguma maneira de acelerar o crescimento dos ossos", acrescentou.


Canal do Youtube: Canal Myllas Freitas

segunda-feira, 19 de março de 2018

Fotos de arrepiar #10 Fantasma de Boothil

Clanton tirou essa foto de seu amigo no Cemitério Boothill. A foto foi tirada em preto e branco porque ele queria fotos de si próprio com um estilo Velho Oeste, vestido em roupas do período de 1880. Clanton então levou o filme para ser revelado numa loja local, e quando foi buscar ficou assustado com o que viu...

Entre os túmulos, logo à direita de seu amigo está a imagem do que parece ser um homem magro com um chapéu escuro. Pela altura, o homem parece estar sem pernas, ajoelhando-se ou se levantando do chão.



"Eu sei que não havia outra pessoa quando tirei a fotografia" insiste Clanton. E ele acredita que a  pequena figura em segundo plano está segurando uma faca.

"Primeiro nós pensamos que era uma gravata, mas após uma revisão, parece mais uma faca", diz Clanton. "A faca está na posição vertical, a ponta está localizada logo abaixo do colarinho direito da figura. Se você não está convencido de que há algo estranho aqui, olhe para a sombra do meu amigo na foto. Parece estar indo para trás, ligeiramente para o lado direito dele. A figura na parte de trás deveria ter a mesma sombra, mas não tem!" 

Quer saber mais a respeito dessa e de outras fotos, visite o canal Myllas Freitas